5 motivos para os gatos gostarem de dormir nos pés

Se você já se questionou porque os gatos gostam de dormir nos pés e gostaria de conhecer os motivos deste hábito felino, lhe preparamos 05 motivos para você entender o porquê desse hábito.

  1. Uma questão de sobrevivência;

São raras as pessoas adultas que pesam menos de 40 kg. Supondo que o peso médio de um gato adulto está entre os 3 e os 4 kg (excepto os Maine coon, Ashera e outras raças grandes e pesadas), isto significa que os nossos gatos estão a dormir com um ser que pesa no mínimo entre 10 a 13 vezes mais do que ele.

Consequentemente, sendo que os gatos são extremamente inteligentes e pretendem sobreviver às súbitas voltas noturnas do humano que está a dormir ao lado dele, é óbvio que se coloca num local onde o peso do humano é mais leve e ele tem mais possibilidades de escapar. Ou seja, escolhe dormir ao lado dos nossos pés.

Este hábito de se colocarem perto dos extremos corporais (cabeça ou pés), surge quando os gatos já são adultos. Quando ainda eram filhotes, preferiam estar juntinho do peito da pessoa com quem dormiam. Deste jeito, sentiam o bater do coração que lhes relembrava a etapa lactante quando dormiam junto da mamãe.

Depois de serem “esmagados” sem querer em mais do que uma ocasião pelo companheiro humano que se gira durante a noite, os gatos concluem que é menos perigoso dormir à altura da cabeça ou dos pés.

  1. Proteção;

Os gatos são conscientes de que, quando dormem, estão menos alerta. Por esse motivo, se dormem junto do tutor e subitamente ouvem algo suspeito, não hesitam em acordar o humano favorito deles para avisar do perigo e para se protegerem mutuamente. Outra característica típica dos gatos é o facto de eles gostarem de dormir com o dorso encostado a algo. Desta maneira, garantem ter as costas protegidas e sentem-se mais seguros.

  1. O despertador e a rotinha;

A quantos de nós já aconteceu ficarmos sem bateria no telemóvel e não tocar o despertador? Provavelmente já aconteceu a milhões de seres humanos na terra.

Felizmente, se o nosso gato está de plantão aos nossos pés, assim que perceber que não estamos despertando, vai correr para a nossa cara e se esfregar e miar até que acordemos de uma vez por todas.

Os gatos são seres muito organizados e que gostam de rotina e odeiam surpresas desagradáveis. Por este motivo, tentam nos acordar para garantir que enfrentamos a nossa jornada diária habitual. Por outro lado, se ele vê que você ficou na cama porque está doente, não vai hesitar em ficar juntinho a você todo o dia para lhe fazer companhia.

  1. Pertencem ao mesmo grupo social;

Os gatos são territoriais, exclusivos e sociáveis.

O território deles é a nossa casa, até ao último recanto. Por este motivo, desde filhotes, se dedicam a patrulhar e explorar o nosso lar até ao mais pequeno cantinho. É normal os animais conhecerem perfeitamente o espaço deles. No caso dos gatos, eles têm perfeita consciência de que aquele é o território deles.

Numa família com vários membros, o mais habitual é que o gato goste de todas as pessoas. Porém, vai sempre haver um preferido para o qual o gato se mostrará mais afetuoso do que para com os restantes. É com esta pessoa que o gato vai dormir, bem juntinho dos pés.

A sociabilidade do gato revela-se pelas atitudes carinhosas e afetuosas dele para com todos os membros da família, que são o grupo social dele. Por isso, os gatos bem-educados (a maioria são), mostram empatia com todos os membros da família. O gato brinca, deixa que lhe façam carinho e comunica com todo o mundo lá de casa. Inclusive pode até dormitar ao lado de alguém no sofá ou deitar-se em cima das pernas da vovó enquanto ela vê televisão. Mas dormir aos pés da cama será exclusivamente com o humano com quem se sente mais seguro.

  1. Os gatos são muito territoriais;

Nós acreditamos que os gatos dormem aos nossos pés porque nos amam e precisam da nossa companhia. Em alguns casos esse é mesmo o motivo. Mas na realidade, somos nós que dormimos junto das quatro patas do gato segundo a mentalidade felina. Nós habitamos no território deles e ele distingue-nos dos outros humanos deixando-nos dormir ao lado dele, somos os eleitos.

Para além dos gatos nos convidarem a dormir junto deles, mostram o afeto deles ou a confiança lambendo-nos. Eles lambem-se para ajeitar o pelo e para se lavarem. Se o nosso gato nos lambe está demonstrando que somos um “dos dele” e por isso nos está limpando, é porque confia em nós.

Quando trazemos um novo pet lá para casa, especialmente se for outro gato, o nosso primeiro gato pode ter um desgosto tremendo e considerar a nossa atitude de uma insensatez desmedida e durante alguns dias pode estar ressentido e não dormir junto de nós. Mas o tempo cura tudo.