Conheça a raça Border Collie

O Border Collie é, provavelmente, um dos cachorros mais populares hoje em dia. As inúmeras qualidades fazem ele se tornar um cachorro extremamente polivalente, que se destaca pela personalidade, inteligência, lealdade, predisposição pelo adestramento, entre outros. Também são considerados excelentes cães pastores.

A popularidade dos cachorros Border Collie começou quando a rainha Victoria do Reino Unido adotou vários cachorros desta raça, assim, passaram a associar a raça com a realiza. Neste texto você vai conhecer tudo sobre o Border Collie – 10 curiosidades dessa raça que, com certeza, vão te surpreender!

 

Border Collie: mais inteligente do mundo

“Border Collie é o cachorro mais inteligente do mundo”. Com certeza você já ouviu essa afirmação e se perguntou porquê. Tudo se deve ao famoso psicólogo Stanley Coren, autor do The intelligence of Dogs de 1944 que enumera as raças mais inteligentes do mundo. Este livro é uma referência mundial para milhares de pessoas que desejam adotar um cachorro.

ranking mundial de inteligência canina se baseia em três pontos:

  • Inteligência instintiva;
  • Inteligência adaptativa;
  • Inteligência de trabalho e obediência.

As raças mais inteligentes podem associar e desenvolver uma ordem com menos de 5 repetições e, geralmente, obedecem sempre à primeira solicitação, algo extremamente incrível. Após diversos estudos, Stanley Coren comprovou que o Border Collie era o cachorro mais inteligente do mundo.

 

Border Collie: um cachorro ativo

O Border Collie é um cachorro especialmente ativo. A falta de passeios e/ou exercícios físicos suficientes pode provocar o aparecimento de diversos problemas comportamentais, como destrutividade, hiperatividade, ansiedade e até latidos excessivos.

O ideal é sair para passear cerca de quatro vezes por dia em que são combinados passeios, exercícios físicos, socialização e estímulo do olfato, tudo isso influenciará diretamente o bem-estar do animal. Não se esqueça também da estimulação mental mediante obediência, habilidades caninas e jogos.

 

Border Collie: história da raça

Embora não se saiba tudo sobre Border Collie e sua origem, sabe-se que se trata de uma raça de cachorro muito antiga. A raça foi desenvolvida nas ilhas britânicas entre os séculos V aC e o I aC. Assim, recebeu esse nome das tribos nativas dessa região.

A palavra “collie” significa “útil” em gaélico, o que sugere que o cão Border Collie foi utilizado para realizar diversas funções e, muito provavelmente, a de pastoreio. Por outro lado, o termo “border” provém de “borders” que quer dizer fronteira, ou seja, da fronteira entre Inglaterra e Escócia.

Apesar de bastante antiga, essa raça de cachorro não foi reconhecida internacionalmente pelo The Kennel Club e pela Fédération Cynologique Internationale até o ano de 1976.

 

Cão pastor Border Collie

Como dissemos na introdução, o cachorro Border Collie tem muitas qualidades, entre elas a habilidade de pastoreio, na qual se destaca como a raça número 1. O trabalho como cão pastor foi uma das primeiras funções que o cachorro Border Collie desenvolveu e, graças a isso, o animal já não atacava o rebanho, pelo contrário, guiava, observava e controlava tanto como um humano.

O cão Border Collie tem um instinto natural para guiar, no entanto, o pastoreio é uma técnica que deve ser trabalhada mediante a educação e o adestramento, por isso, nunca deixe um Border Collie pastorear sem ter experiência, pois poderia machucar os animais do rebanho sem querer.

 

Border Collie: cão de guarda

Normalmente não apoiamos o uso de animais como ferramentas de trabalho ou objetos, no entanto, vale pena destacar a personalidade ativa e alerta do cachorro Border Collie, o que faz dele um excelente cão de guarda. Mas não confunda, não estamos falando de ataque e defesa, e sim do instinto que tem na hora de patrulhar e avisar os seus tutores a presença de estranhos.

 

Border Collie e pastor australiano: diferenças

O cachorro Border Collie e o Pastor Australiano são cães pastores com grandes similaridades físicas, por isso, não é de se estranhar que frequentemente sejam confundidos. Na verdade, o Border Collie é um antepassado direto do Pastor Australiano, contudo, é possível diferenciá-los pelas orelhas que costumam ser eretas ou semieretas no caso do Border Collie. Além disso, o Pastor Australiano não tem tantas variações de cor.

 

Border Collie: um olho de cada cor

A heterocromia é uma diferença genética que pode acontecer com algumas raças de cachorros, gatos e até pessoas. Esta diferença faz com que a coloração dos olhos seja diferente, trata-se de um fenômeno hereditário. O cachorro Border Collie pode apresentar heterocromia completa, quer dizer, um olho azul e o outro marrom, embora também possa apresentar albinismo com manchas brancas ao redor dos olhos.

 

Border Collie: cores

O Border Collie pode ter uma pelagem bicolor, merle, branca, preta, cinza, entre outras. Essa raça de cachorro pode desenvolver o pelo curto ou largo de inúmeras cores. Apresenta uma pelagem interna densa que permite manter a temperatura do corpo em climas frios. Geralmente, os que mais se destacam são os cachorros Border Collie de cor merle e o Border Colliw tricolor, porém todos eles chamam a atenção pela beleza e personalidade.

 

Border Collie: um cachorro fiel

Pode parecer óbvio já que todas as raças de cachorro são fiéis. Porém, o cachorro Border Collie se distingue por ser extremamente fiel aos seus tutores, pois consegue compreender de forma empática o que eles estão sentindo e por isso, demonstrar rapidamente muito amor e carinho aos tutores. No entanto, pode ser bastante tímido com os desconhecidos.