Conheça a raça canina Doberman

Criado na Alemanha no século XIX, o doberman era bastante utilizado como cão de guarda. Imponente, ele tem uma aparência elegante e costuma ser um cachorro esbelto e musculoso. Curiosamente, o doberman é resultado de uma grande mistura de raças como o pastor alemão, rottweiler, pinscher e alguns terriers. No Brasil, o corte de suas orelhas e rabo não são permitidos, mas isso ainda é realizado em outros países.

Pelagem

O doberman possui um pelo bem curto que pode aparecer em dois tipos de variação de cor: preto com canela (mais comum) ou chocolate e canela. Seu pelo é liso e curto, necessitando de escovações semanais que podem ser feitas com luvas específicas para pets (ao invés de escovas propriamente ditas)

 

Saúde

Dobermans costumam ser bastante fortes, mas algumas questões merecem atenção especial. A raça, porém, é mais susceptível a algumas doenças virais, sendo recomendado por muitos médicos veterinários receberem quatro doses ou mais da vacina polivalente (V8 ou V10) quando filhotes. Exemplares da raça podem sofrer com a displasia coxofemoral (encaixe errado do quadril com o fêmur) e de torção gástrica. Evite que seu pet corra ou faça atividades físicas depois de comer ou beber muita água. Por ser uma raça resultante da mistura de muitas outras, o doberman pode ter alguns problemas mais graves como: síndrome da injúria neurológica do filhote, acne, escaras de decúbito (popularmente chamados de calo de apoio), problemas cardíacos, higroma (espécie de cistos pelo corpo) e hipotireoidismo.

 

Temperamento

O doberman costuma ser leal aos seus humanos, mas muito alerta, vigilante e reservado com estranhos. Quando socializado, ele se dá bem com outros animais, mas isso deve ser feito desde novinho. É uma raça que costuma escolher um tutor como favorito e ser mais devoto a ele. Gosta de proteger sua família e seu território e não mede esforços para isso. Os primeiros dobermans da história eram cães de guarda de um cobrador de impostos que levava os animais com ele para desencorajar ladrões e conseguir chegar de forma mais enfática nos devedores. Essa apresentação imponente e poderosa pode ser notada até os dias de hoje nos exemplares da raça, que costumam colocar medo em quem não os conhece.

 

Inteligência

Dobermans são comumente escolhidos pela polícia como cães de guarda em vários lugares do mundo. Facilmente adestrados, eles respondem aos comandos rapidamente, mostrando entusiasmo quando os reproduz corretamente. Dobemans são indicados para pessoas experientes com cachorros, que já tenham tido certa vivência com diferentes raças. Se impor demais com eles não dá certo: é preciso conquistar o respeito do cão para que ele o respeite também. São obedientes e inteligentes, mas não são cães que aceitam comandos de qualquer um, tendo preferência para seus familiares e pessoas em que confia.

 

Tempo de vida

Um cachorro da raça doberman costuma viver, aproximadamente, 13 anos.

 

Cuidados

Escovação semanal dos pelos e vacinação sempre em dia são os principais cuidados requeridos pelos dobermans. Um bom adestramento e um vínculo de confiança entre vocês também é fundamental para a convivência saudável e harmoniosa dentro de casa. Antes de adquirir um filhote da raça, converse com médicos veterinários e com criadores para saber quais as chances do seu pet ter problemas hereditários e como evitá-los. Vacinar seu doberman anualmente é extremamente importante, pois eles são mais susceptíveis a doenças como cinomose e parvovirose, por exemplo.

 

Curiosidades

A maioria se mostra hiperativa. Versátil, o doberman pode realizar diversas atividades como corrida, brincadeiras, natação, perseguição de frisbees e de bolas e até agility. Para ele, o importante é nunca ficar parado e contar com uma rotina bem planejada que inclua pelo menos uma hora de “trabalho” físico. Apesar de pouco se assimilarem com a maioria dos mastiffs, ele se enquadra neste “grupo”. O nome da raça é uma homenagem ao sobrenome de seu criador. Em alguns lugares do mundo, o doberman é conhecido como doberman pinscher.